segunda-feira, maio 21, 2018

Luís Milheiro e Romeu Correia na SCALA


Na tarde de sábado, falou-se menos do "Passeio Mágico com Romeu Correia" e mais de "Romeu Correia, entre dedicatórias & aproximações".


Como tem acontecido nas apresentações dos cadernos de poesia de Luís Milheiro, a leitura de poemas é sempre colectiva e festiva. Os onze poemas foram lidos por muitos dos presentes, e alguns mais que uma vez, por Clara Mestre, Maria Gertrudes Novais, Gabriel Sanches, Luís Milheiro, Manuela Silva e Arminda Vieira.


Mas nos intervalos da declamação o autor explicou o porquê de alguns poemas (deste a fonte de inspiração, à sua história...), que também foram comentados por Alberto Pereira Ramos, que recordou que o poema "As Tuas Mãos" também poderia ter sido inspirado numa fotografia da sua autoria, que está no Museu da Academia Almadense, em que o Romeu Correia foi "apanhado" a falar com as suas mãos, ele que era um contador de histórias tão expressivo...

(Fotografias de Luís Eme e Maria Manuel Pires)

Sem comentários: